Monday, September 10, 2012

Morus nigra

Pintam calçadas e mãos.  Remetem à infância.  Refestelam passarinhos, atletas e pedestres. Renovam energias de ávidos predadores. Salvam o dia com seu sabor agridoce.

Dedos manchados, pedras sarapintadas de púrpura. No parque, no campus, na beira das ruas.
Uma moça sobe no pilar do muro do DMAE. Um atleta de fim de semana dá uma pausa. O dono de um cachorro se distrai. Três moças fazem uma parada estratégica. Um universitário faz a sobremesa.

Setembro! É a nova safra das amoreiras de Porto Alegre.
No Parcão, na Redenção, no Campus do Vale, na PUC, na praça da Encol, no DMAE.

Colhidas direto da fonte, as amorinhas fazem a festa de quem passa.
Espalhadas na selva de pedra, as amoreiras de Porto Alegre pintam calçadas e mãos. E salvam o dia com seu sabor agridoce.

Foto extraída de: http://www.institutohorus.org.br/index.php?modulo=inf_banco_imagens_morus_nigra

No comments: