Friday, February 05, 2010

The Cranberries em Porto Alegre


O show dos Cranberries em Forno Alegre, realizado no Pepsi on Furnace na quarta-feira dia 03/02, teve alta temperatura em todas as possíveis e imagináveis acepções do termo.

O ambiente (uma fábrica antiga com efeito estufa) fumegava com um bafo fervente depois de um tórrido dia de um sol senegalês de 40º C. No ambiente opressivo e estorricante os fãs suavam parados à espera do início do show. A banda Garota Verde esforçava-se para provocar alguns tímidos aplausos, mas o público só sentia mesmo era o suor escorrendo e a vontade de ver o Cranberries subir ao palco.



E às dez em ponto os primeiros acordes irlandeses soaram e as sublimes cordas vocais de Dolores O’Riordan entraram em ação. O público delirou desde o começo do show e se entregou numa troca de energia fascinante. Contagiado pelo bem dosado setlist, que intercalava rocks na veia e baladas oníricas, o público sublimou o calor infernal e se concentrou no prazer de estar ali a despeito de toda a displicência dos "organizadores" com o conforto térmico do público e da banda.
A própria Dolores comentou que aquele era o lugar mais abafado que já havia tocado em toda a sua vida e elogiou a resistência e fidelidade do público: “You’re an AMAZING audience!”

Movido por um elogio desses e embriagado por uma performance irretocável, bem além do apenas profissional, o público retribuiu à altura, entoando as letras a plenos pulmões. O setlist incluiu canções dos álbuns solo de Dolores, como as ótimas Ordinary Day e The Journey.

Durante todo o tempo o público se perguntava: quando ela vai tirar aquele casaquinho branco? Pois ela cantou praticamente todo o show com ele, só o retirando antes de Zombie, um dos pontos mais ferventes do show. Foi a última antes do bis.

The Cranberries mostraram que têm o verdadeiro espírito rock’n’roll nas veias, cumprindo o mesmo setlist dos shows do centro do país e no final Dolores jogou o balde de gelo derretido em cima do público e derramou água nos cabelos curtos e morenos.

De todas as coisas inesquecíveis deste show memorável, sobressai-se a contradição fisiológica e a esquisita experiência sensorial imposta pelos Cranberries: mesmo na fornalha do Pepsi on Furnace, canções como Linger, When you’re gone e Ode to my family tiveram o poder de deixar o público arrepiado de emoção.














Set list:

How
Animal Instinct
Linger
Ordinary Day
Wanted
You & Me
Dreaming My Dreams
When You're Gone
Daffodil Lament
I Can't Be With You
Pretty
Ode to My Family
Free to Decide
Waltzing Back
Switch Off the Moment
Salvation
Ridiculous Thoughts
Zombie
BIS:
Empty
The Journey
Promises
Dreams

Crédito das fotos:
Pepsi on stage==> sem crédito.
Show ==> Leandro Cabral (centro e esquerda), Tadeu Vilani (direita).

1 comment:

Anonymous said...

Eu fui e sobrevivi! Apesar do calor insuportável, foi um dos melhores shows que já assisti. Impecável apresentação e o público, muito querreiro, agora...que vergonha sujeitar artistas e fãs à quele inferno.tststs