Friday, April 20, 2018

Adeus à linguagem 3D

Resultado de imagem para goodbye to language

Assistir ao filme Adeus à linguagem de Jean-Luc Godard é como entrar num museu de arte moderna.

A gente nunca sabe se o artista é um gênio ou um doido, ou simplesmente um enganador.

O quanto há de arte por trás desse estilo "experimental"?

O som entrecortado no começo do filme dá uma sensação inquietante, será que o Blu-ray veio com problema?

Pelo menos o 3-D é forte mesmo.

Não sei que câmeras Godard utilizou, parece que foram câmeras pequenas, sem parafernálias e gruas.

Eis que o resultado é de um 3D de fato, não de um 3D convertido.

Também não sei o que dizer sobre este filme. Não que ele provoque um vazio, um monte de pontos de interrogação; não, apenas, como eu disse, não sei se o Godard está senil ou se cada vez melhor.

Na entrevista que veio como extra, Godard, um senhorzinho muito arguto, porém de fala meio titubeante ou trêmula, tartamudeia respostas a perguntas ininteligíveis.

A entrevista foi feita em francês, mas as legendas em inglês permitiram-me anotar alguns trechos.

Então, o que você ler entre aspas a seguir são palavras de Godard que foram legendadas e agora vertidas livremente ao português.

Resultado de imagem para goodbye to language

SOBRE A HISTÓRIA DO FILME

"A história é simples. Entre os personagens, tem um homem e uma mulher, e, a certa altura, quando eles estão se desentendendo, aparece um cachorro, e o cão restabelece o equilíbrio."

MENÇÃO A HITCHCOCK

"Apliquei a teoria de Hitchcock: para que as pessoas entendam, fale duas vezes. Por isso, são dois casais."

ROTEIRO

"O roteiro não vem antes da filmagem, mas sim após a montagem."

MENSAGEM DO FILME

"A mensagem é a ausência de mensagem."

3D

"O 3D me permite estar nesta área, nesta paisagem."

Resultado de imagem para goodbye to language

O Blu-ray traz também um ensaio sobre o filme, de autoria de David Bordwell. O ensaio é um bom auxílio para tentar entender a arte por trás de Adeus à linguagem.

Bordwell nos informa que o nome do cachorro é Roxy e usa a interessante terminologia Couple 1 e Couple 2 para se referir aos dois casais.

O ensaio é dividido em 3 partes: Desmantelando a cena; Agressão e digressão; Planos e volumes.

Em Planos e volumes, a função e a estética do 3D no filme são esmiuçadas.

É um ensaio bastante útil.

Mas, afinal, que tipo de filme traz junto um ensaio escrito por um intelectual?

Por si só, isso já diz bastante sobre o filme.

Ah, e agora enfim já sei o que dizer sobre o filme!

É o tipo de filme que é preciso ver mais de uma vez para que tudo fique mais claro.

O problema é que ver uma vez já foi difícil.

Então, ver de novo não está exatamente na pauta urgente.

Será que eu fui claro?

Claro, "difícil" não é necessariamente sinônimo de ruim.

Denso, hermético, são aproximações no campo semântico.

Semanticamente, é um filme difícil. 

E se a mensagem é a ausência de mensagem,

que tal uma resenha que é a ausência de resenha?

Resultado de imagem para goodbye to language

No comments: