Thursday, July 27, 2017

O nevoeiro



The Mist é o tipo de filme essencial para as pessoas que têm uma queda por literatura fantástica. O diretor Frank Darabont (cuja filmografia é tão interessante quanto sucinta, compreendendo, além de O nevoeiro, Cine Majestic, À espera de um milagre, Um sonho de liberdade e Sepultado vivo) reuniu um elenco eficaz, sem grandes estrelas, aproveitou (para variar) um texto relativamente pouco conhecido de Stephen King, mudou o final para melhor, recrutou a maquiagem de Greg Nicotero e os efeitos em CG da CafeFX (a mesma empresa que trabalhou em O labirinto do fauno, de Guillermo del Toro), pinçou a dedo a hipnótica The host of the seraphim do Dead Can Dance, colocou tudo isso no liquidificador de suas tomadas bem boladas e... bingo! Eis que temos um dos filmes de suspense/terror/fantasia mais significativos do novo século. O filme já vai fazer 10 anos este ano, mas acaba de ser lançado um seriado que também se baseia na noveleta do mestre Stephen King.

No comments: